Desing Thinking - Modelo Mental

Design Thinking como Modelo Mental

Este post dá continuidade a nossa série de publicações sobre o Design Thinking, que já abordou temas relacionados a origem dessa forma de pensamento, conceitos do Design Thinking e também como ele pode ajudar sua empresa a enfrentar e resolver os problemas de uma maneira criativa e inovadora.

LEIA TAMBÉM: Design Thinking: inovação para sua empresa (Parte 1)

Ao longo dessa série ainda iremos conhecer as etapas do Design Thinking e quais são as principais ferramentas utilizadas neste processo criativo, fique de olho!

Hoje nós vamos conversar sobre como entender o Design Thinking como modelo mental. Então, mãos à obra!

Design Thinking como Modelo Mental para resolução de problemas

Já sabemos que o Design Thinking não se trata de apenas um conjunto de atividades ou de ferramentas criativas. O Design Thinking é muito mais do que isto: é uma nova forma de ver o mundo. E portanto, devemos enxergar o Design Thinking como Modelo Mental, e não apenas algo pontual e passageiro.

Devemos sempre lembrar que realizar as mesmas atividades todos os dias não irá garantir que tenhamos resultados diferentes no futuro. Sendo assim, devemos sempre buscar a Inovação como forma de diferenciação frente aos concorrentes.

Mudando seu modelo Mental

Diferente do modelo tradicional, o Design Thinking como Modelo Mental busca observar os problemas de um outro ângulo. Envolvido por esta nova mentalidade (ou novo mindset), os designers tendem a buscar o conhecimento técnico, adotando-se os mais diferentes tipos de pesquisas e observações, e experimentação das possíveis soluções de acordo com a natureza do problema, criando uma relação dos fatos observados em uma abordagem subjetiva (SILVA, 2015).

LEIA TAMBÉM: Os 3 Pilares do Design Thinking (Parte 2)

O Modelo Mental baseado em três fatores

Para a solução do problema o designer comumente realiza uma análise a partir de três fatores: a necessidade das pessoas, as possibilidades tecnológicas e a viabilidade do negócio.

Pilares do Design Thinking

Pessoas, Técnicas e Negócios

Desta forma, o Design Thinking busca a interseção entre esses três aspectos. Ou seja, a inovação propiciada pelo Design Thinking ocorre quando o empreendedor consegue encontrar uma solução que, dentro das limitações tecnológicas, atenda os “desejos” (necessidades) das pessoas interessadas e que também seja atrativa para os negócios da empresa.

Para encontrar resolução para problemas identificados na concepção de novos produtos, sistemas ou serviços, o designer adota estratégias que visam a superar estes obstáculos, derivadas do seu repertório de saberes – que é alimentado pela sua experiência de mundo – transpondo o conhecimento ou procedimento para uma aplicação (SILVA, 2015).

Portanto, o Design Thinking não se trata de um novo método ou conjunto de ferramentas, e sim uma de diferente abordagem para a resolução de problemas – um novo modelo mental, ou seja um diferente mindset.

LEIA TAMBÉM: Inovação, Empreendedorismo e Design Thinking (Parte 3)

Mudando seu mind-set

Enfim…

Neste 4º post da série sobre Design Thinking, apresentou-nos o Design Thinking como uma nova forma de entender o mundo e seus problemas, não apenas um composto de ferramentas que visam gerar ideias criativas.

Você os posts anteriores da nossa série? NÃO SE PREOCUPE, eles podem ser acessados na seção de Gestão de Inovação do Blog!

Em breve teremos novas publicações sobre como o Design Thinking pode ajudar a sua empresa. E para que você não perca nada, fique de olho nos próximos posts!

 

Fontes:

IDEO. Design Thinking, 2016. Disponível em: http://www.ideou.com/pages/design-thinking Acesso em: 09 dez. 2016.

SILVA, T. B. P. A cognição no processo de design. Revista Brasileira de Design da Informação. São Paulo, v. 12, n. 3, 2015, p. 318–335.

The following two tabs change content below.

Breno Paredes

Apaixonado por viagens e praticante de surf e Jiu-Jitsu. Breno Paredes é Diretor Executivo da Cysneiros e Consultores, mestre em Administração e Consultor e Instrutor Empresarial nas áreas de planejamento e gestão empresarial, finanças e inovação.

Comentários

comments

Breno Paredes

Apaixonado por viagens e praticante de surf e Jiu-Jitsu. Breno Paredes é Diretor Executivo da Cysneiros e Consultores, mestre em Administração e Consultor e Instrutor Empresarial nas áreas de planejamento e gestão empresarial, finanças e inovação.